Fatos relevantes

Publicado em 22/09/2016 - Meio ambiente

Programa de Afugentamento, Resgate e Manejo

Por Josyene Morais e Maria Claudia Kohler

Ao longo da implantação das linhas de transmissão as equipes de resgate de fauna, compostas por biólogos e auxiliares técnicos de campo, atuam junto com as frentes de supressão de vegetação, acompanhando todo o trabalho e vistoriando as áreas para a realização do manejo da fauna, caso seja necessário.

O trabalho de afugentamento, resgate e manejo de fauna é iniciado com a vistoria e inspeção rigorosa na área antes do início da supressão vegetal, verificando a copa das árvores, os buracos, as fendas nos troncos e no solo, buscando detectar animais em situação de risco. Essa ação é apoiada pelos trabalhadores da obra, principalmente os operadores de motosserra, que são instruídos a interromper a atividade caso avistem qualquer animal.

foto1

 

Com a movimentação de maquinário e trabalhadores durante a supressão de vegetação, muitas espécies saem de seus ambientes por iniciativa própria. A fauna de hábito arborícola e locomoção lenta, por exemplo, é afugentada pela equipe técnica. No entanto, aqueles indivíduos incapazes de fugirem por si só são capturados para posterior soltura nas áreas adjacentes ao empreendimento.

Durante a execução do Programa de Afugentamento, Resgate e Manejo da Fauna são observados anfíbios e répteis, aves, mamíferos e invertebrados diversos, dando-se atenção especial àqueles peçonhentos, por apresentarem risco à segurança dos trabalhadores, como abelhas, vespas e aranhas.

O Programa de Fauna contribuiu para diminuir os impactos causados sobre a fauna local ao longo da implantação do Sistema de Transmissão Mata de Santa Genebra, aumentando o conhecimento da fauna na região.

foto2


Tel.: (11) 4497-8250 | E-mail: contato@msgtrans.com.br | Ouvidoria: 0800 022 0955 | E-mail: ouvidoria@msgtrans.com.br | WhatsApp: +11 91063-1559 | CNPJ: 19.699.063/0001-06 | Av. Jundiaí, 1184, 5o andar, Anhangabaú, Jundiaí/SP